Quiropraxia Instrumental

Exemplo Matérias
novembro 1, 2018
Técnica de Flexão-distração
novembro 4, 2018

QUIROPRAXIA INSTRUMENTAL

Terapia Ajustiva Instrumental


Técnica de ajuste para correção de desalinhamentos da coluna vertebral ou articulações, sendo um tratamento seguro e confortável, na qual os ajustes com uso de um instrumento que gera disparos de baixo impacto são feitos em pontos específicos da coluna vertebral ou qualquer articulação, visando o tratamento destas quando se encontram em bloqueio que causam lesões osteomusculares, restrição de movimento e dor. É possível notar grande alívo da dor na primeira sessão. Técnica eficaz no tratamento das enfermidades da coluna vertebral e articulares. Pode ser aplicada em pacientes de qualquer idade, e até mesmo em idosos que têm osteoporose.

A técnica possui como objetivos:

– Gerar o equilíbrio do corpo através de manipulações precisas e unidirecionais de baixa potência no sentido da correção da disfunção neuro articular
-Eliminar bloqueios estruturais, alterações posturais, dores agudas e crônicas, com ajuda de um instrumento mecânico que produz uma vibração simples, suave e eficaz sem estresse para o paciente (Soulier , 2009)
– Avaliação precisa por leg checking (checagem do comprimento das pernas): forma de exame à procura de subluxações articulares (disfunção somática).

Conceitos históricos

Técnica desenvolvida pelos quiropraxistas Alan Fuhr e Warren Lee, em 1967 na cidade de Phoenix, Arizona, tendo origem na escola de Logan (Furh, 2009). Em 1970, o primeiro grupo de quiropraxistas utilizou procedimentos para detectar subluxações através do monitoramento do comprimento da perna. Mais de 70% dos pacientes com lombalgias apresentavam pernas mais curtas
De acordo com pesquisas, o instrumento é capaz de mobilizar o osso, mas se ocorre o benefício ou não, ninguém sabe (Osterbauer; Jour. Manip. Phy. Thera; 1992).

Fundamentos da técnica
– Testes de pressões baseado no conceito neuromuscular
– Análise do comprimento da perna (leg checking)
– Ajuste através do instrumento.

Avaliação precisa – análise do comprimento da perna e interpretação dos resultados
Foram avaliados 34 pacientes entre dois aplicadores experientes, o resultado demonstra que houve 85% de concordância entre os examinadores.

Indicações da Terapia Ajustiva Instrumental
– Disfunções osteomusculares posturais;
– Diversas patologias ortopédicas
– Artroses;
– Osteofitoses;
– Tendinites;
– Hérnias de disco;
– Dor de cabeça por disfunção cervicogênica (cefaleia de tensão) ou discogênica.
– Dor de cabeça por DTM (disfunção temporo mandibular)

Dr. Bruno Almeida de Melo
Formação em Reeducação Postural Global e Quiropraxia Clínica
Atende no Sul de Minas, Três Corações.

   

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *